A Expansão

Missão

A Expansão tem como missão desenvolver tecnologias e soluções terapêuticas focadas na inclusão social e melhoria da qualidade de vida de seus clientes, buscando o constante aprimoramento e adequação de seus produtos para suprir as necessidades específicas dos seus clientes.

Visão

A Expansão tem como visão tornar-se a maior e mais conceituada empresa em tecnologia terapêutica do Brasil dentro de seu mercado de atuação, através de: constante melhoria nos processos, qualidade de seus produtos, capacitação dos seus recursos humanos, adequação de seu parque fabril, a excelência de seus produtos e o reconhecimento de seus clientes, colaboradores, fornecedores, parceiros e concorrentes.

Valores

A Expansão acredita que a excelência se alcança através do fomento constante do aprimoramento humano e técnico de seus recursos, fundamentados na ética, transparência e igualdade. Acredita e pratica, sobretudo o respeito e o comprometimento com seus clientes, colaboradores e meio ambiente, buscando a redução dos desperdícios de recursos naturais e a possibilidade de tornar-se uma empresa mais sustentável a cada dia. Dessa forma contribuindo para o crescimento justo da sociedade e do país.
História

Fundada em 1990, pela fonoaudióloga Dalva Zamboni e a Terapeuta Ocupacional Gisleine Martin Philot, a Expansão inicialmente teve como objetivo principal oferecer recursos pedagógicos e terapêuticos adaptados para a inclusão escolar.

Também era sua missão dar continuidade ao projeto de pesquisa, patrocinado pelo CNPq - Ministério da Ciência e Tecnologia - desenvolvido pela Terapeuta Ocupacional Gisleine Martin Philot.

Esse projeto foi realizado no biênio 1988-1990, e contou com uma equipe de especialistas colaboradores: Prof. Dr. José Salomão Schwartzman neurologista, Dr. João Vernieri Sobrinho ortopedista, Prof. Dr. Henrique Lederman radiologia.

Foram também colaboradores o Prof. Dr. Acary Souza Bulle Oliveira, neurologista, como avaliador dos protótipos e o Dr. José de Oliveira Ávila, neurologista, que fez a revisão da bibliografia de referência do projeto.

Durante o tempo de vigência do projeto houve o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar de profissionais. O projeto desenvolveu o primeiro Módulo Ergonômico Regulável e um Sustentador de Cabeça Antigravitacional para paralisia cerebral no Brasil, ambos denominados posteriormente de Mobiquim e Levitar.

Em 1991, o tecnólogo projetista que fez parte da equipe do projeto de pesquisa - George Guarany Philot – passa a ser um dos sócios da empresa e assume o desenvolvimento dos projetos da Expansão.

Nesse ano também a empresa recebe o primeiro prêmio no XIX Concurso Nacional "Invento Brasileiro" da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, pelo projeto Mobiquim.

Dois anos mais tarde, um novo projeto - o Transfer - Andador de Transferência para Paralisia Cerebral, seria premiado no mesmo concurso, comprovando a vocação da Expansão como centro de desenvolvimento de tecnologias terapêuticas.

Desde sua origem, a empresa atende pessoas com deficiências neuromotoras graves, tanto crianças como adultos. Comprometida em melhorar a qualidade de vida dessas pessoas, a Expansão foi, ao longo de sua história, criando soluções funcionais para o dia a dia, para a reabilitação, para a educação e o lazer. Além disto, muitos dos seus equipamentos estão em continua evolução, adaptando-se às dificuldades motoras mais complexas e considerando a situação do ambiente brasileiro como um todo.

Boa parte dos equipamentos desenvolvidos foram invenções – portanto tecnologias inexistentes no mundo, sendo patenteados pelo Sedai – Serviço Estadual de Apoio ao Inventor – Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo. No caso do Tuboform – linha de órteses tubulares - em escala mundial.

O padrão rigoroso de qualidade rendeu à Expansão o acesso ao mercado europeu com a obtenção da Certificação Europeia (CE) e o certificado alemão (TUV). Atualmente, os produtos são exportados para Portugal, Alemanha, Itália e Espanha, entre outros países.

Em 2005, a empresa recebe um novo grupo de sócios – deixa de fazer parte da equipe o tecnólogo projetista George Guarany Philot – e essa nova diretoria faz importantes mudanças na empresa, ampliando sua capacidade produtiva e de comercialização, inaugurando uma sede interativa na Mooca.

Em seus muitos anos de existência – 25 anos comemorados em 2015 – mantemos nossa constante capacidade de renovar e continuar a criar e desenvolver tecnologias.

Nosso propósito continua sendo expandir possibilidades, com toda a gama de responsabilidade que a palavra Expansão carrega em sua denominação.